CÂMBIO: Dólar deverá recuar com leilões do BC

08:35:32 - 19/10/2021 - Notícias

SÃO PAULO, 10/19/21 - O dólar comercial terminou os negócios de segunda-feira, 18, em alta, mesmo depois que o Banco Central inseriu mais de US$ 1 bilhão no mercado de câmbio por meio de venda líquida de contratos de swap cambial tradicional, em meio a riscos que vão da inflação global às incertezas fiscais domésticas. A divisa norte-americana ganhou 1,21%, cotada a R$ 5,519 na compra e a R$ 5,521 na venda. Já o dólar turismo avançou 1,06%, com negócios entre R$ 5,55 e R$ 5,73.

Para hoje, 19, a moeda norte-americana deverá apresentar perdas em relação às demais moedas globais.

Exterior

O destaque da agenda externa ficará para a construção de novas casas nos Estados Unidos.

Brasil

Aqui no Brasil, a agenda reserva o IPC-FIPE, IPC-S das principais capitais do país e o monitor do PIB.

Swap

O Banco Central (BC) realizará nesta terça-feira, 19, leilão de venda à vista de dólares dos Estados Unidos referenciado à taxa Ptax. A entidade acolherá propostas das instituições financeiras das 9h30 às 9h35 e serão aceitos no máximo US$ 500,0 milhões.

Além disso, o BC realizará um leilão de swap tradicional para fins de rolagem do vencimento de 03/01/2022. A entidade acolherá propostas das instituições financeiras das 11h30 às 11h40. Serão ofertados até 15.000 contratos com vencimento em 01 de junho de 2022 e 01 de setembro de 2022.

Reserva cambial

As reservas internacionais brasileiras recuaram US$ 341 milhões na sexta-feira, 15, informou o Banco Central (BC). Com isso, as reservas passaram de US$ 369,382 bilhões para US$ 369,041 bilhões.
(MR - Agência Enfoque)

Sites da Enfoque e Fausto Botelho desenvolvidos por Agilso.