Setor público consolidado registrou superávit de R$4,3 bi em març

09:41:57 - 16/05/2022 -

SÃO PAULO, 5/16/22 - O setor público consolidado registrou, em março de 2022, superávit primário de R$4,3 bilhões, ante superávit de R$5,0 bilhões em março de 2021, informou hoje (16) o Banco Central. No Governo Central houve déficit de R$7,8 bilhões, enquanto os governos regionais e as empresas estatais registraram, na ordem, superávits de R$11,9 bilhões e R$242 milhões no mês. Nos doze meses encerrados em março, o superávit primário do setor público consolidado atingiu R$122,8 bilhões, equivalente a 1,37% do PIB.

Os juros nominais do setor público consolidado, apropriados por competência, somaram R$30,8 bilhões em março de 2022, comparados a R$49,5 bilhões em março de 2021. Contribuiu para a redução o resultado das operações de swap cambial (perda de R$16,6 bilhões em março de 2021 e ganho de R$40,3 bilhões em março de 2022), mais do que compensando os aumentos da taxa Selic e do IPCA no período. No acumulado em doze meses até março, os juros nominais somam R$403,8 bilhões (4,52% do PIB), comparativamente a R$309,9 bilhões (4,03% do PIB) nos doze meses até março de 2021.

O resultado nominal do setor público consolidado, que inclui o resultado primário e os juros nominais apropriados, foi deficitário em R$26,5 bilhões em março. No acumulado em doze meses, o déficit nominal alcançou R$281,1 bilhões (3,15% do PIB), reduzindo-se 0,24 p.p. em relação ao déficit acumulado até fevereiro de 2022.
(Redação - Agência Enfoque)

Sites da Enfoque e Fausto Botelho desenvolvidos por Agilso.