Receita bruta da Rede d1000 avança no 1T22

08:17:20 - 12/05/2022 -

SÃO PAULO, 5/12/22 - A d1000 Varejo Farma Participações S.A. (B3: DMVF3) divulgou ontem (11) os resultados do primeiro trimestre de 2022. A Companhia registrou expressiva evolução no seu desempenho operacional, principalmente em vendas, lucro bruto e Ebitda. A Receita Bruta totalizou R$ 345,2 milhões no 1T22, evolução de 25,8% versus o mesmo período de 2021. Tal desempenho foi possível pelo crescimento tanto na visão mesmas lojas quanto em lojas maduras, representando 20,9% e 18,0%, respectivamente, bem acima da inflação. A venda média por loja mostra contínua evolução, e alcançou R$ 539,2 mil no 1T22 versus R$ 469,7 mil no 1T21. Em virtude do maior fluxo de consumidores nas ruas e devido à flexibilização das restrições de circulação, o crescimento das vendas em lojas de rua e de shopping em relação ao 1T21 foi de 24,7% e 31,3%, respectivamente.

As vendas de marcas exclusivas atingiram, no 1T22, R$ 18,1 milhões, o que evidencia crescimento de 41,4%, e 10,1% do autosserviço. Foram realizados 15 lançamentos no trimestre, totalizando 256 SKUs, distribuídos em 58 categorias. Já as vendas omnichannel totalizaram R$ 21,6 milhões no 1T22, evolução de 7,4% em relação ao 1T21, o que representa 6,3% da Receita Bruta. Todas as categorias continuam com crescimento de duplo dígito, com destaque para o crescimento de 43,5% na categoria de RX e incremento de 3,8 p.p em relação ao 1T21. No 1T22, o Lucro Bruto totalizou R$ 103,1 milhões, o que representa crescimento de 20,4% em relação ao mesmo período do ano anterior. A margem bruta acumulada foi de 29,9%, 1,3 p.p. menor que o registrado no 1T21. Esta redução está em linha com a estratégia da Companhia, de aumento de participação da categoria de RX no mix total de vendas.

No 1T22, o Ebitda somou R$ 3,0 milhões, resultado 222,6% maior em relação ao mesmo período do ano anterior, com margem Ebitda de 0,9%, 1,8 p.p. superior à margem Ebitda do 1T21. A Rede d1000 continua melhorando o seu resultado líquido que no 1T22 foi negativo em R$ 6,2 milhões versus os R$ 7,3 milhões negativos no 1T21.

Sammy Birmarcker, CEO da Rede d1000, comentou: 'Mesmo diante de um cenário mais adverso pro mercado como um todo, a Rede d1000 segue melhorando continuamente seus índices operacionais e tudo indica que continuaremos assim pelos próximos trimestres'

A Companhia encerrou o 1T22 com 212 lojas, 10 a mais do que no 1T21. No trimestre, foram reformadas/ampliadas 4 lojas, (2 no Rio de Janeiro e 2 no Distrito Federal). Do portfólio atual de lojas da Rede d1000, 25,0% estão em processo de maturação. Para o ano de 2022, a Companhia irá realizar 10 aberturas e 20 reformas/ampliações, e o foco será o Estado do Rio de Janeiro.
(MR - Agência Enfoque)

Sites da Enfoque e Fausto Botelho desenvolvidos por Agilso.