Banco Daycoval apresenta lucro líquido recorrente de R$ 330 mi

08:46:44 - 07/05/2021 - Notícias

SÃO PAULO, 5/7/21 - O Banco Daycoval apresentou avanços nos principais indicadores financeiros e operacionais no primeiro trimestre de 2021, com Lucro Líquido Recorrente de R$ 330,0 milhões, alta de 18,8% em comparação ao mesmo período de 2020 e uma rentabilidade recorrente de 28,3%.

Apesar do encerramento do programa FGI-PEAC no fim de dezembro de 2020, o Daycoval manteve seu foco na demanda crescente do segmento de empresas. As operações de crédito entre janeiro e março resultaram no crescimento de 1,4% no trimestre e 41,9% nos últimos 12 meses, alcançando o montante de R$ 37,1 bilhões. O segmento de crédito para empresas encerrou com R$ 28,4 bilhões, estável em comparação ao 4T20 e elevação de 59,9% se comparado com o mesmo período do ano anterior. O crédito à pessoa física totalizou R$ 8,7 bilhões no 1T21, evolução de 3,2% no trimestre, registrando alta de 3,6% em 12 meses.

O destaque do trimestre foi o crescimento das captações de clientes que totalizaram R$ 39,0 bilhões no 1T21, alta de 5,2% em relação ao trimestre passado e 52,5% em comparação ao ano anterior. A expansão dos negócios foi praticamente em todas as linhas, refletindo o movimento observado ao longo do período de migração de recursos dos investidores para instrumentos mais estáveis. O Banco encerrou o trimestre com Caixa livre de R$ 9,4 bilhões.

"Os resultados da Companhia perpetuam em toda a cadeia de negócios de forma sustentável, decorrente das estratégias reforçadas desde o início da pandemia, com controle da inadimplência, manutenção das margens e garantias, forte controle de custos, incentivo à jornada digital e proximidade com os clientes, resultando na contínua melhora do desempenho operacional", comenta Ricardo Gelbaum, Diretor de RI.

O índice de Basileia encerrou o período em 15%, mantendo-se em níveis bem superiores aos limites regulatórios. A estratégia alinhada à alta produtividade contribuiu para uma melhora no índice de eficiência, encerrando o trimestre com 25,6% ou 1,7 pontos percentuais abaixo do registrado no mesmo período do ano anterior.

Mesmo em um cenário incerto para as empresas, a inadimplência da carteira de crédito do Daycoval se manteve estável. O índice de inadimplência acima de 90 dias foi de 1,6% no 1T21, estável nos últimos 12 meses.

"Reforçamos nossa estratégia buscando o casamento de nossas operações ativas e passivas e foco no equilíbrio dos recursos captados, seja por meio do alongamento das operações, da sólida expansão de nossa base de clientes, alinhada com a esperada evolução da carteira de crédito", salienta Gelbaum.

Na frente ESG, o Daycoval continua investindo na expansão dos compromissos sociais. A empresa concluiu a operação com o IFC, membro do Grupo Banco Mundial, e mais 11 instituições, que resultou na grande transação sindicalizada de aproximadamente R$ 2,3 bilhões, em abril de 2021. O recurso destina-se ao estímulo do crédito ao empreendedorismo feminino de pequenas e médias empresas para regiões menos favorecidas do Brasil.

O Daycoval continua com investimento em pessoas e ampliou seu quadro de funcionários, atingindo 2.719 colaboradores, elevação de 10,3% se comparado aos primeiros três meses do ano anterior.

"O momento ainda é desafiador e nossos números refletem a importância de nossa estratégia acertada ao longo da história. Assumimos o compromisso de crescer de forma sustentável e diversificada por meio do melhor equilíbrio entre risco e retorno e uma estrutura de capital e liquidez robustas", complementa Gelbaum.
(MR - Agência Enfoque)

Sites da Enfoque e Fausto Botelho desenvolvidos por Agilso.